+55 11 3136-0950
Quais tipo de empresas estão optando por esta modalidade de backup?

Empresas pequenas, médias e grandes já entenderam e estão optando diariamente pela realização de backup em nuvem devido à sua simplicidade, rapidez, redução de custos com hardware e mídias de backup além de atender os requisitos de auditoria que as obrigam manter uma cópia de seus dados fora das dependências físicas da sua organização.

Quanto tempo levará para realizar meus backups?

Primeiramente será realizado o backup full, onde todos os seus dados serão enviados por completo para a nuvem. Nos próximos backups apenas os arquivos novos e os modificados serão enviados, tornando o processo muito mais ágil.

O tempo necessário para enviar os dados dependerão basicamente dos seguintes fatores:

1. Volume de dados a ser enviado no backup full

2. Volume de dados incrementados diariamente

3. Quantidade de arquivos a ser enviado

4. Performance do servidor (CPU, Memória e I/O) para compactar e criptografar os dados

5. Banda de upload de internet disponível

É possível manter um backup local em minha empresa?

Sim, o software lhe dá as seguintes opções:

1. Backup apenas em nuvem

2. Backup apenas local (em discos rígidos, NAS, storage, hd externo)

3. Backup local + nuvem

Qual é o link de Internet mínimo necessário para realizar meus backups na nuvem?

Não existe um requisito mínimo para de banda de internet, mas sim a expectativa em termos de tempo que o cliente espera para que seus dados sejam enviados e principalmente restaurados no momento da necessidade.

Teoricamente podemos chegar nos seguintes cálculos matemáticos:

1Mbps grava 1M/8bits = 0,125MB / segundo

0,125MB x 60 = 7.5MB / minuto

7.5 x 60 = 450MB por hora

450 x 24 = 10.8GB por dia

Ou seja, teoricamente, para cada 1Mbps de banda internet, transfere-se em média 10GB de dados por dia, desta forma teremos:

  • Banda de 1Mbps grava 1 x 10GB por dia
  • Banda de 2Mbps grava 2 x 10GB = 20GB por dia
  • Banda de 10Mbps grava 10 x 10GB = 100GB por dia
  • Banda de 100Mbps grava 100 x 10GB = 1TB por dia

 

Como posso acessar meus dados na nuvem?

Por questões de segurança, os dados de backup não podem ser acessados diretamente na nuvem, pois os dados são armazenados de forma criptografada. Para que haja acesso aos dados é necessário que haja primeiramente a sua restauração para posterior acesso. A restauração por sua vez somente é possível mediante a autenticação através de login/senha além da inserção da chave de criptografia.

O que é retenção?

Retenção é o tempo que você deseja que os arquivos que foram apagados ou modificados em seu servidor permaneçam disponíveis na nuvem para restauração.

Vamos supor que você possui 10 arquivos em seu servidor e realiza o backup. Após a realização do backup, você terá 10 arquivos no seu servidor (originais) e 10 arquivos na nuvem (backup). Num determinado dia você deseja excluir permanentemente 03 arquivos do seu servidor, pois são arquivos indesejados, e executa o backup novamente. Quando o backup for realizado, a nuvem entenderá que você excluiu 03 arquivos indesejados do seu servidor, porém a nuvem irá manter estes arquivos indesejados ainda disponíveis para restauração pelo tempo de retenção que você configurou, ou seja, a retenção pode ser compreendida como uma “Lixeira” virtual na nuvem.

O que é versionamento e qual a sua utilidade?

Retenção é o tempo que você deseja que os arquivos que foram apagados ou modificados em seu servidor permaneçam disponíveis na nuvem para restauração.

Vamos supor que você possui 10 arquivos em seu servidor e realiza o backup. Após a realização do backup, você terá 10 arquivos no seu servidor (originais) e 10 arquivos na nuvem (backup). Num determinado dia você deseja excluir permanentemente 03 arquivos do seu servidor, pois são arquivos indesejados, e executa o backup novamente. Quando o backup for realizado, a nuvem entenderá que você excluiu 03 arquivos indesejados do seu servidor, porém a nuvem irá manter estes arquivos indesejados ainda disponíveis para restauração pelo tempo de retenção que você configurou, ou seja, a retenção pode ser compreendida como uma “Lixeira” virtual na nuvem.

O backup nos protege contra vírus que sequestram os dados como o caso do Ransomware?

O backup não pode ser utilizado para substituir softwares de antivírus, pois o antivírus opera de forma preventiva, ou seja, ele previne que malwares infectem os seus sistemas, já o backup opera de forma reativa, ou seja, caso o antivírus falhe ao cumprir com o seu papel de proteção, o backup poderá ser utilizado como um meio de restauração os dados originais.

O Ransomware é um tipo de malware onde o criminoso invade o sistema operacional do cliente e criptografa todos os seus arquivos e após isso o indivíduo pratica o crime de extorsão solicitando que o cliente lhe pague uma quantia em dinheiro para que possa ter seus dados originais de volta. Através da nossa ferramenta profissional de backup em nuvem, o cliente poderá ter seus dados restaurados de uma data anterior onde os dados ainda não haviam sido infectados, para isso o backup deverá estar sendo realizado com sucesso diariamente e configurado com um tempo de retenção adequado para permitir esta operação.

Resumindo: por não ser um antivírus, o backup irá realizar a copia dos dados que estão no servidor, quer estejam com vírus ou não, porém, o período de retenção permitirá você restaurar os dados de uma data em que o servidor do cliente ainda não estava infectado. Por isso recomendamos que mantenha no mínimo 30 dias retenção em seus backups para caso identifique o vírus, possa restaurar os dados de uma data em que ainda não havia infecção.